Escritório mineiro aposta em diversidade para gestão inclusiva

O tema diversidade e inclusão tem sido pauta recorrente no mundo corporativo. Antes apenas atrelada às ações afirmativas com relação aos profissionais com deficiência, hoje já é abordada de forma abrangente.

Sejam divididos em idade, gênero, etnia, orientação sexual, portadores de deficiência e outros mais, o reconhecimento destes grupos de diversidade é de suma importância para a implementação de ações voltadas para uma cultura organizacional inclusiva, que vai desde o processo de contratação até a condução de projetos voltados para estas pessoas no trabalho.

Quanto ao gênero, segundo o estudo “Diversity Matters”, realizado pela consultoria McKinsey, na América Latina, só 11% dos cargos executivos são ocupados por mulheres, o que demonstra a enorme disparidade com relação à elas ocuparem cargos de liderança.

Ainda, na pesquisa “A Diversidade e Inclusão nas Organizações no Brasil”, da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), de 2019, 40% dos respondentes relataram já ter presenciado discriminação no trabalho devido à identidade ou expressão de gênero, 35% por causa da idade e 30% por cor ou etnia.

Com resultados alarmantes, esse “acordar” das empresas para o tema é algo que tem trazido inúmeros benefícios ao mundo corporativo e a todos que dele participam, pois tem permitido um maior debate e reparações através da implementação de políticas voltadas para o apoio aos grupos diversos.

No Abi-Ackel Advogados, Escritório com sede em Belo Horizonte e mais de 100 colaboradores, a prática da inclusão foi determinante para a definição de sua cultura. Com uma CEO mulher no comando da banca, quebrar a barreira do preconceito foi primordial para o sucesso.

De acordo com a Executiva, Loyanna Menezes, a riqueza da diversidade não pode ser desprezada. Segundo ela, um grupo diverso é rico à medida que tem a participação de pessoas diferentes, com pensar e bagagens diferentes. 

As ações desenvolvidas pela Banca não passaram despercebidas pela recém-lançada publicação da Editora Análise, “Análise Advocacia Diversidade e Inclusão”, que reuniu dados, entrevistas, informações e iniciativas de escritórios que já começaram a construir uma advocacia mais diversa e inclusiva. O Abi-Ackel já se destaca no setor por ter uma diretoria totalmente focada em GENTE.

Através dos seus programas de Responsabilidade Social, D&I está presente no dia a dia do Escritório. Além de ações de comunicação voltadas para LGBTIQA+, raça e etnia, um programa inteiramente voltado para as mulheres do Escritório foi criado: “no Abi+Elas, trabalhamos temas como autoconhecimento, proatividade, empoderamento e muitos outros que estimulam a promoção das mulheres no mercado e no próprio escritório. A própria estrutura de gestão do Escritório mostra seu engajamento com relação à diversidade de gênero, com mais de 70% das mulheres compondo a Diretoria”, comenta Izabela Vorcaro, Gestora de GENTE.

Ainda, de acordo com a Diretora de Comunicação do Escritório, Sabrina Teixeira,  “falar de inclusão é falar sobre ter espaço, sobre valorização e respeito e nossas iniciativas e ações são pensadas a partir do conhecimento que temos sobre cada uma das pessoas que fazem parte do Abi-Ackel. Quando aproveitamos a visão de mundo e experiência de cada pessoa, conseguimos ter um ambiente plural e democrático e isso agrega valor a estratégia do Escritório”.

Segundo a CEO da Banca, a pauta deve continuar sendo essa, pois o investimento em D&I é certo. Com vivências parecidas, as discussões e soluções encontradas para problemas, serão parecidas. Empresas com perspectivas e experiências distintas, que conhecem, apoiam e cuidam de seus profissionais, possuem uma visão ampla, variada e inovadora, que contribui para melhores entregas e resultados. O D&I é vantagem competitiva, afirma Loyanna Menezes.

Fonte: https://www.migalhas.com.br/quentes/350041/escritorio-mineiro-aposta-em-diversidade-para-gestao-inclusiva

COMPARTILHAR

Share on linkedin
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes

Publicações

Recuperação Judicial e Mediação | por Maria Vitor

Com foco no seguimento empresarial, celeridade e, consequentemente, eficiência, Maria Victor (Telecom) apresenta as possibilidades do método de mediação como facilitador na resolução de conflitos entre uma empresa em recuperação judicial e seus credores

Continuar lendo

Áreas de Atuação

PROCURANDO ALGUMA INFORMAÇÃO ESPECÍFICA?

Entre com contato conosco

|

Assine nosso boletim informativo

Tradicionalmente Moderno

Informações de contato

R. Alagoas, 1049,
4º e 5º andares – Savassi – Belo Horizonte – MG – Brasil

Av. Brigadeiro Faria Lima, 4221, 1º andar – Itaim Bibi – São Paulo – SP – Brasil

Dev by